Briga dos Joões do Recife

João da costa: “Não houve rompimento de João Paulo com João da Costa. O que vai ser julgado pela população não é isso. É se o que a gente está fazendo aqui corresponde às expectativas. A população queria habitação popular. Eu estou correspondendo a isso? Melhoria na educação pública, na saúde, mais área de lazer… Isso é o que vai ser julgado. A ampliação do Porto Digital com mais de 20 mil empregos corresponde? Não vou fazer esse debate (briga) com os adversários. O que vai estar em debate é quem tem condições de oferecer parcerias, projetos e conhecimentos sobre a cidade. Na política, nunca se deve dizer nunca, nem jamais. A vida muda muito, a política mais ainda. Temos que estar aberto para dialogar a partir de ideias e projetos. Do ponto de vista de ideias e projetos políticos não vejo grandes diferenças do que eu penso e o que pensa João Paulo.”

Fonte: Blog da Folha

Quem vem acompanhando a política na cidade do Recife sabe como isso tem gerado doses homéricas de piadas, cada uma melhor que a outra. Como mero eleitor e contribuinte, fico na internet me divertindo com esses “politicômicos“. Acho tudo justo. Se nós os pagamos com nossos impostos, temos o direito de pelo menos rir do ridículo de cada um.

E vou dizer mais! Ninguém conseguirá ganhar dessa dupla se eles se unirem. É a dupla mais engraçada da política de todos os tempos. Pela regra do jogo fictício que criaram, ambos não podem estar, ao mesmo tempo, no mesmo lugar: se um João chega num ambiente, o outro João dá as costas 🙂

Mensagem navegação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *