Estudo: crianças confiam mais no Google do que nos próprios pais

Antigamente, era fácil prever que as dúvidas e perguntas das crianças seriam solucionadas pelos próprios pais ou pessoas próximas a elas. Mas as novas tecnologias mudaram esse tipo de comportamento, já que uma pesquisa britânica da Birmingham Science City mostrou que 54% dos pequenos de 6 a 15 anos de idade consultaram primeiro o Google antes de seus pais ou professores.

De acordo com o Daily Mail, o estudo entrevistou 500 crianças de 6 a 15 anos, e só 19% dos entrevistados afirmaram ter usado um dicionário impresso uma vez na vida. As enciclopédias vieram em último lugar no relatório, quando um quarto das crianças admitiu que nunca viu e nem sabia o que é uma. Questionados sobre o que seria uma enciclopédia, os pequenos soltaram palpites como um meio de transporte para viajar e uma ferramenta usada em operações.

Fonte: Olhar Digital

Como trata-se de um estudo sério, gostaria muito de ler a parte dedicada às crianças que acordam durante a madrugada, despertadas por algum pesadelo, e ligam o PC para receberem o conforto do Google.

Mensagem navegação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *