Ministro da Saúde manda tirar campanha ‘Eu sou feliz sendo prostituta’ da internet

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, recuou e mandou retirar a peça “Eu sou feliz sendo prostituta” da página do Departamento de Doenças Sexuais Transmissíveis (DSTs), Aids e Hepatites Virais. O material integrava uma campanha do ministério nas redes sociais para prevenção da aids e redução do preconceito. Nesta terça-feira, 4, no entanto, Padilha afirmou que o material estava em teste. “Enquanto for ministro, uma peça como essa não fará parte de campanha”, disse.

Fonte: Estadão

Bom, se as prostitutas gostaram da peça publicitária e ficaram frustradas com a decisão do ministro, segue uma versão opcional:

Mensagem navegação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *