Morre Steve Jobs, fundador da Apple

Morreu nesta quarta-feira (5) aos 56 anos o empresário Steven Paul Jobs, criador da Apple, maior empresa de capital aberto do mundo, do estúdio de animação Pixar e pai de produtos como o Macintosh, o iPod, o iPhone e o iPad.

Idolatrado pelos consumidores de seus produtos e por boa parte dos funcionários da empresa que fundou em uma garagem no Vale do Silício, na Califórnia, e ajudou a transformar na maior companhia de capital aberto do mundo em valor de mercado, Jobs foi um dos maiores defensores da popularização da tecnologia. Acreditava que computadores e gadgets deveriam ser fáceis o suficiente para ser operados por qualquer pessoa, como gostava de repetir em um de seus bordões prediletos, que era “simplesmente funciona” (em inglês, “it just works”). O impacto desta visão foi além de sua companhia e ajudou a puxar a evolução de produtos como o Windows, da Microsoft.

Fonte: G1

Bom, para quem não entendeu o significado dessa perda, vou traduzir para o popular, mas ao contrário. Muito ao contrário!

Seria algo do tipo: Faustão Morreu! A imprensa imediatamente reagiria com várias questões, como estas:
1- Quem será agora o responsável pelos quadros mais imbecis da TV brasileira aos domingos?
2- Quem será o apresentador que constrangerá, tão bem quanto ele, seus convidados?
3- Quem o substituirá como autor das perguntas mais repetitivas da TV brasileira?
4- Quem o substituirá como autor dos elogios mais idiotas e repetitivos da TV brasileira?
5- Quem conseguirá repetir as mesmas piadas idiotas por mais de 20 anos sem ficar constrangido?
6- Quem terá tanta cara de pau para usar camisas tão ridículas?

E tem muito mais….
Se você não entendeu, reze para que o Faustão continue vivo. E também para que eu nunca tenha a oportunidade de desfrutar da sua presença e opiniões…

Mensagem navegação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *